Artigo analisa e compara as medidas de distanciamento social na América do Sul

A docente do PPGDem, Luciana Lima, integra a equipe de pesquisadores que assinam o artigo “Medidas de distanciamento social e mobilidade na América do Sul durante a pandemia por COVID-19: Condições necessárias e suficientes?“. O artigo recentemente publicado discute como as medidas de distanciamento social propostas pelas respectivas esferas governamentais são efetivas para redução da circulação e mobilidade das pessoas no contexto do enfrentamento à pandemia da Covid-19 na região.

Com base nos dados de geolocalização disponibilizadas pela Google foi desenvolvido um indicador sintético para os níveis de circulação de pessoas e a análise confirma que as medidas de distanciamento social são necessárias, mas não são suficientes para reduzir de modo significativo a circulação de pessoas. Comparando os casos de Argentina, Colômbia e Brasil em termos da circulação interna, identificou-se “que há dependência no espaço quanto à mobilidade da população no período considerado para os três países”. Isso significa dizer que internamente aos países, mesmo com medidas de distanciamento social previstas em nível nacional, há uma diversidade de situações distintas em seus níveis de circulação de pessoas.

O artigo destaca que, na comparação com Argentina e Colômbia, o fato do Brasil ter determinações menos rígidas em nível nacional “refletiu na formação de grandes aglomerações regionais nas tendências de circulação durante a pandemia”. Além disso, fatores sociais, culturais, econômicos e políticos devem ser considerados para analisar as diferenças encontradas na adesão da população em relação às medidas propostas.

Figura contida no artigo “Medidas de distanciamento social e mobilidade na América do Sul durante a pandemia por COVID-19: Condições necessárias e suficientes?

O acesso ao artigo é aberto e pode ser realizado através deste link. A pesquisa integra os trabalhos desenvolvidos por uma equipe interdisciplinar de pesquisadores no projeto “@isola_ai: soluções interdisciplinares para a pandemia por COVID-19” e faz parte, também, da iniciativa de divulgação científica do Observatório do Nordeste para Análise Sociodemográfica (ONAS-Covid19).

Confira essa e outras análises demográficas também no ONAS-Covid19 [Observatório do Nordeste para Análise Sociodemográfica da Covid-19] https://demografiaufrn.net/onas-covid19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s