A Covid-19 no Ceará e o papel da mobilidade populacional na expansão dos casos

A etimologia da palavra ‘pandemia’ vem do grego, onde ‘pan’ = significa todos e ‘demo’ = significa povo. Portanto, pandemia diz respeito a disseminação de uma doença infecciosa pelos países e entre os povos. Por sua vez, Demografia (demo = povo e grafia = estudo), é a ciência que estuda a população/povos, a partir da dinâmica entre os seus três componentes (natalidade, mortalidade e movimentos populacionais) e a sua relação com a política, economia, geografia, questões ambientais, entre outros. Nesse sentido, diante de um cenário de pandemia mundial, a Demografia é uma das ciências que pode auxiliar na compreensão da distribuição espacial no número de casos (origem e destino/dispersão) e letalidade da covid-19 pelo Brasil, bem como no monitoramento e planejamento de ações para combater esta pandemia.

Na região Nordeste chama atenção a disseminação do coronavírus no estado do Ceará. Segundo as estimativas populacionais do IBGE para 2019, o Ceará tinha 9,1 milhões de habitantes (4,3% do país) o que a coloca como a oitava mais populosa do Brasil. Entretanto, em relação aos casos confirmados da covid-19 até o dia 31/03/2020, o Ceará é a terceira Unidade da Federação com 390 casos. Posiciona-se atrás somente dos estados de São Paulo (2.339 casos e uma população de 45,9 milhões habitantes ou 21,9%) e do Rio de Janeiro (708 casos e uma população de 17,2 milhões de habitantes ou 8,2%).

ceara
Fonte: Ministério da Saúde (31/03/2020, 17h21)

Mas, apesar do número de casos confirmados no Ceará ser expressivo (o terceiro do país) e chamar a atenção, a taxa de letalidade é de 1,8% e posiciona-se abaixo do estado de São Paulo (5,8%), Rio de Janeiro (3,2%) e do Brasil (3,5%), conforme o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, no dia 31 de março de 2020. Contudo, dentre os nove estados que compõe o Nordeste, o Ceará é o primeiro em número de casos confirmados (390) e supera a Bahia (213) e o Pernambuco (87), Unidades da Federação com uma população superior a cearense.

Todavia, no Nordeste a taxa de letalidade é maior em estados com menor número de casos confirmados quando comparado ao Ceará (1,8%), como é o caso do Piauí (22,2%), Pernambuco (6,9%), Alagoas (5,6%) e Maranhão (3,2%). Com isso, o Ceará é o primeiro em número de casos no Nordeste e o quinto em taxa letalidade. Esse número é preocupante, porque as pessoas acometidas pela covid-19 podem piorar o estado de saúde e ter que realizar o tratamento em hospitais e, com isso, saturar o sistema de saúde cearense.

ceara2
Fonte: Ministério da Saúde (31/03/2020, 17h21)

Diante desses números, qual foi a possível rota do coronavírus até chegar ao Ceará? Por que o estado tem mais casos no Nordeste? Por que se concentra em Fortaleza? Quinta capital mais populosa do Brasil (2,6 milhões de habitantes em 2019), mas terceira capital em números de casos, ao concentrar 353 acometidos concentrando 90,5% de todos os casos identificados no estado.

Segundo o Governador Camilo Santana, a entrada do coronavírus no Ceará teria sido pelo sistema aeroportuário, através de uma grande quantidade de voos internacionais que chegam diariamente a Fortaleza (cerca de 45 durante a semana), capital do Brasil mais próxima da Europa e líder no ranking de voos internacionais do Nordeste. Destaca-se também a maior cobertura de testes, segundo declaração do Ministro da Saúde, Luiz Mandetta, em uma de suas coletiva de imprensa e ratificada pelo governador cearense.

A imprensa cearense e baiana também conectam a proliferação da covid-19 pelo país até chegar a Fortaleza a um casamento no litoral baiano, no início de março, quando um dos convidados era um empresário cearense que teria contraído a doença na festa. Tendo feito o teste positivo para a covid-19 em São Paulo, o empresário não cumpriu isolamento social e viaja novamente para o sul da Bahia e convida casais de amigos para sua casa de praia. Entre estes, diversos cearenses que retornam para Fortaleza atestando positivo para a covid-19. Como se trata de um vírus de elevado potencial de contágio, embora pareça anedótico explorar a contaminação ocorrida em duas ou três festas, foi aí o início do contágio comunitário (aquele que não ocorre de pessoas contaminadas fora do país).

silvana
Silvana Nunes de Queiroz | Docente do Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDem/UFRN)

Entre os políticos cearenses o número de casos também é alto, com os primeiros casos anunciados no dia 18 de março de 2020. A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, e o seu esposo, Veveu Arruda (ex-prefeito de Sobral), que tinham retornado da Europa para Fortaleza há poucos dias foram os primeiros registros. Segundo a imprensa do Ceará, até o dia 28 de março de 2020, 11 (onze) políticos do Ceará, a maioria residente em Fortaleza, testaram positivo para o novo coronavírus.

O que estas trajetórias nos indicam é a confirmação da relação entre o aspecto sanitário/infeccioso da Covid-19 com um aspecto demográfico importante: a mobilidade da população. Entender os diversos motivos de mobilidade populacional que extrapolam a migração (com mudança de residência) mas consideram idas-e-vindas para trabalho, lazer, visitas familiares, compras, etc é fundamental para entender o fluxo e potencial do alcance geográfico da Covid-19. Atualmente estamos ainda verificando o contágio comunitário nas capitais, mas em breve, essa situação deverá chegar aos municípios pequenos e médios do interior decorrente dessas relações históricas da capital com sua rede de cidades.

Silvana Nunes de Queiroz – Demógrafa, professora do Departamento de Economia da Universidade Regional do Cariri (URCA) e do Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDem) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Confira essa e outras análises demográficas também no ONAS-Covid19 [Observatório do Nordeste para Análise Sociodemográfica da Covid-19] https://demografiaufrn.net/onas-covid19

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s