Destaque no Rasgaí 45, tese de doutorado premiada na Capes investigou a mortalidade da população livre e escravizada entre 1772 e 1872

Todos os anos a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) realiza uma premiação para destacar as principais pesquisas de doutorado produzidas no país. Já são mais de 15 anos de premiações que levam em consideração as indicações de comissões julgadoras de diversas áreas de conhecimento. A Capes divulgou, no dia 3 de setembro de 2021 o Prêmio Capes de Tese deste ano, outorgando o resultado das melhores teses de doutorado defendidas em 2020. O episódio 45 do Rasgaí conversou com o autor da pesquisa que recebeu menção honrosa na edição mais recente do prêmio na área de Planejamento Urbano e Regional e Demografia. A pesquisa tratou da mortalidade, causas de morte e a esperança de vida da população num passado mais distante.

A demografia histórica já foi tema do nosso podcast no episódio 42, quando conversamos com Maisa Cunha sobre as particularidades e características dessa subárea da demografia. O episódio 45 de hoje, abordou uma pesquisa que analisou dados de registros realizados pela igreja católica entre 1772 e 1872 na região que hoje podemos chamar de Porto Alegre para, entre outras coisas, obter estimativas do perfil da mortalidade e a expectativa de vida ao nascer na população livre e também na população escrava. O autor da pesquisa é o Dario Scott. Ele é matemático e demógrafo. Defendeu sua tese de doutorado em 2020 com o título: “Livres e escravos: população e mortalidade na Madre de Deus de Porto Alegre (1772-1872)”, no programa de pós-graduação em demografia da UNICAMP e recebeu menção honrosa da edição de 2021 do Prêmio Capes de Teses. Dario também destacou o desenvolvimento do software NACAOB (clique aqui para saber mais). O NACAOB foi desenvolvido originalmente na década de 1990 e ao longo dos anos foi sendo aprimorado até ser hoje um sistema que permite a integração de bancos de dados de forma simples e colaborativa. Hoje ele é usado por diversos pesquisadores da área de demografia histórica no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s